Nada



Vem rastejar, que te faz bem,

Vem rastejar, que te faz bem,
Implora porquês que não vou responder
Geme a chorar, que te faz bem,
Sangra o teu mundo só para eu ver
Afoga-te em tudo o que não queres ter,
é só o que te vou mostrar
Vou fazer-te só o que não queres ser,
E vais gostar

Quero-te assim

Sacrifica o teu ar, que te faz bem,
Sufoca entre panos vestidos de azul
Tortura os teus olhos para veres bem,
Que arranhas a voz em tosses sem som

Afoga-te em águas e cores de lua
Sente o céu a quebrar!
Desfaço-te em tudo o que é teu
E vais-me amar
Quero-te assim
Só para mim
Quero-te assim
Só para mim

Só quando o sol te comer a pele
E o luar te roer a alma
Na lama que te arranca as asas
Quando fores ave amarrada
Vais voar no meu céu negro!
vais ser, vais ser
Nada
Nada
Nada
Nada

Vem rastejar, que te faz bem,
Sangra o teu mundo, que te faz bem







Captcha
Widget