Renunciao



(Djavan)
Tantos anos devotados, renunciao
Nada tocaria seu corao
Se revelou desgarrado e plano
Como vidro frio e sem cor
Ao declarar tolo o meu querer
Achei que a vida fosse
Sob medida com voc
Um bem da natureza mas, no
E na iluso de que me querias, como eu
Quanto amor se perdeu meu deus !
Novos planos, vida nova,
Alma de ateu
Preso na parede o meu corao seu
Pra onde vou,
O que farei,
De quem eu sou,
O que serei ?







Captcha
Widget